Historia

HISTÓRIA E ESTRUTURA DO OBSERVATÓRIO SOCIAL DE UBERLÂNDIA – FUNDAÇÃO EM 23/07/15.

1 – HISTÓRIA

1.1 – Antecedentes – Com o objetivo de construir uma sociedade eticamente responsável e Indignados com a corrupção e a má aplicação dos recursos públicos, um grupo de entidades de Maringá no Paraná construiu a Organização Não Governamental: Sociedade Eticamente Responsável – SER, que foi a responsável pela construção do primeiro Observatório Social em 2006.

Desenvolvendo uma tecnologia e uma metodologia para melhor monitorar os gastos públicos, trabalhando com responsabilidade e zelo, o Observatório Social de Maringá serviu de exemplo para outras comunidades do Paraná. Em pouco tempo várias outras cidades construíram os seus Observatórios Sociais.

1.2 – A Rede – Em 2007, com a constituição de vários observatórios sociais e a ideia de aperfeiçoar, padronizar a metodologia e divulgar a filosofia dos observatórios sociais, criou-se, com sede em Curitiba, PR, o Observatório Social do Brasil, que em 2015 já conta com mais de 105 observatórios sociais e encontra-se em plena expansão.

1.3 – Uberlândia – Indignados pela atual conjuntura política, econômica e social pela qual passa o Brasil, o Estado e o Município, influenciados pela experiência de Maringá e de Curitiba, a Associação Comercial e Industrial de Uberlândia – ACIUB, a Câmara dos Dirigentes Lojistas de Uberlândia – CDL, a FIEMG, Regional Vale do Paranaíba, a OAB, 13ª Subseção de Uberlândia, o Sindicato Rural de Uberlândia e a Sociedade Médica de Uberlândia, entidades que compõem o G7, lideraram o movimento pela constituição do Observatório Social de Uberlândia, fundado em 23 de julho de 2015.

2 – ESTRUTURA

2.1 – Filosofia – O observatório Social de Uberlândia é uma espaço democrático e apartidário voltado para o exercício da cidadania. Agrega o maior número possível de entidades da sociedade civil e empresários, profissionais liberais, estudantes, professores, funcionários públicos e outros que se entregam à causa da justiça social.

2.2 – Como funciona – Atuando como pessoa jurídica o observatório social de Uberlândia prima pelo seu trabalho técnico, fazendo uso de uma metodologia de monitoramento das contas públicas em nível municipal, desde a publicação do edital de licitação até o acompanhamento da entrega do produto ou serviço, de modo a agir preventivamente no controle social dos gastos públicos. Além disso, atua na Educação Fiscal, demonstrando a importância social e econômica dos tributos e a necessidade de o cidadão acompanhar a aplicação dos recursos públicos. Também faz o acompanhamento da produção legislativa, a inserção da micro e pequena empresa nos processos licitatórios. Promove a divulgação gratuita dos editais de compras públicas e a construção de Indicadores da Gestão Pública com base na execução orçamentária e nos indicadores sociais do município e, na construção e implantação do Conselho Municipal da Transparência.

2.3 – Colaboradores – Conselho de Administração, Conselho Fiscal, Corpo Técnico e Voluntários, trabalham para a causa da justiça social, contribuindo para a economia dos recursos públicos, formando uma nova cultura de observar a aplicação dos recursos públicos em benefício da comunidade. Sabemos que a melhoria da gestão pública passa pelo entendimento de que “o que é público está a serviço de todos” e não dos interesses pessoais de quem quer que seja. Assim o serviço público pode e deve ser de qualidade e os recursos dos impostos podem e devem ser bem aplicados.

Mantenedores

Patrocinadores

Apoiadores

ObservatórioSocial de Uberlândia

Filiado à Rede OSB de observatórios sociais